Mais Lidas

Morte de medalhista olímpica de 27 anos choca esporte holandês

Ela teve complicações devido uma doença autoimune

Luto
Luto -
A patinadora holandesa Lara van Ruijven, bronze nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, faleceu aos 27 anos de idade, em um hospital em Perpignan, na França, devido a complicações de uma doença autoimune.

Ela foi internada em 25 de junho, em Perpignan, onde estava concentrada junto com o restante da equipe holandesa, devido a "sérios problemas de saúde", informou a Federação Holandesa de Patinação em comunicado.
Quatro dias depois, ele teve que entrar em uma Unidade de Terapia Intensiva e foi colocada em coma induzido. No centro médico, "uma reação autoimune levou a complicações graves. O sangramento interno, especialmente no cérebro, piorou rapidamente a situação", afirmou a federação.

"São notícias surreais e horríveis. Sua perda será sentida no mundo dos esportes. É um duro golpe para a nossa equipe", disse o técnico holandês, Jeroen Otter.

A atleta ganhou o bronze nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang 2018, na categoria feminina de revezamento de patinação de velocidade de 3.000 metros. Ela foi proclamada campeã mundial um ano depois no teste de 500 metros da World Short Track, realizada em Sofia, na Bulgária.

Uma de suas colegas, a medalhista de ouro Suzanne Schulting , expressou suas condolências por sua conta pessoal no Twitter.

"Descanse em paz, querida Lara. Você me disse uma vez, antes do início da minha estreia na final do Campeonato Europeu, que tudo ia ficar bem. Eu disse a mesma coisa há duas semanas, mas não funcionou. Eu te amo", escreveu Schulting.